A morte mais bonita vende mais


Por mais que todos se sintam importantes, individuais e merecedores de única e exclusiva atenção, a mídia ainda se deleita na assepsia de pessoas. Deve fazer isso por prazer, vocação ou necessidade.O prazer, claro, não é um bom palpite. Nesse mundinho pró 2012, pró copa, pró investimento, todo mundo é pró! Profissional na arte de ganhar dinheiro. Prazer é para os moles. O negócio é faturar. “Ô lê lê, ô lá lá, espere um pouquinho, vamos faturar…”, não é seu Raul?

A toda hora a maioria editores dos jornais, rádios e TVs vivem uma dúvida cruel. Qual acidente irei colocar na capa? Qual assassinato vou dar mais ênfase no próximo bloco? Qual será que vai chamar mais a atenção? A morte de José Francisco dos Santos, gari, trabalhador honesto, pobre, ou o assassinato de Vitória Tungstoll Von Krüger, sócia de uma grande empresa de eventos em São Paulo, recém chegada de Londres e freqüentadora assídua das lojas da Oscar Freire? Bem, neste caso, nem existe tanta dúvida por parte de muitos profissionais. O que vai render mais audiência? Claro, o caso Vitória. Na mosca!

Essa necessidade, agora sim, da mídia, nunca deve influenciar o comportamento da sociedade. Tarefa difícil, já que num país onde o principal aparelho doméstico é a TV, formar opinião própria e reconhecer-se um e não mais um é quase um milagre. É preciso muito esforço.

A hashtag do momento é #OrlandoSilva ! O rosto dele é capa da maioria dos portais na internet, jornais, revistas… As discussões mais presentes são “Dilma e sua batata quente”! Até o ENEM, pra variar, teve problemas novamente. Vaza daqui, vaza de lá e assim o nosso imposto suado de cada dia vai passando de mão em mão, todas já calejadas pelo calor da batata. Quando o tubérculo encontra uma mão já queimada por demais, ela escapole e cai. E assim dia mais dia menos vão caindo. E a gente ainda se espanta como se corrupção fosse uma grande “má nova!”

Por outro lado, a mídia também tem razão. Precisa ganhar dinheiro e sustentar a família de seus empregados. Uma mão lavando a outra, deixando limpas as mãos dos que pegam em muito dinheiro e sujas milhões de mãos que só tocam as parcas notas na hora de pagar as milhares de contas. É o mundinho. (Imundinho)

O assunto da semana, como falado acima, é a queda de mais um ministro. Horas depois de tanto massacrar o PC do B, o mesmo PC do B faz propagandas nas TVs nacionais minuto a minuto. “Se rolar dinheiro a gente fala bem… Ou mal”. Também, se não rolar a gente não fala. Vamos cobrir o velório da Vitória. É mídia para nós, a mídia! A desculpa de propaganda obrigatória ainda cola, viu?

Talvez o grande defeito da crítica que se faz a esse respeito seja o fato de que os idealizadores querem que o mundo seja somente paz e amor, fraternidade e sorrisos pela esquina.

Mas existe amor! “Os europeus demonstraram um belíssimo ato de benevolência perdoando uma parte da dívida grega. É para rir? Então vamos para as esquinas soltar gargalhadas. Paz e amor pra todo mundo! Woodstock!

Cada um é uma multidão a sós. A mídia é apenas uma parte dessa multidão. Só não conhecem espelhos. Quem nunca se vê não vê ninguém. Quem só recebe nunca ganha. Receber não é ganhar. Essa briga monetária desses leões de gravata nos leva a acreditar que o sentido da vida é esse: Fazer quando convém, ou quando não convém.

Daí ser pessimista por necessidade não é má idéia. Dá pra viver feliz sendo conformista. É até melhor! Pra quê perder tempo esperando água de um poço vazio? Tá certo, existe a fé, o sobre-natural. Esperemos o milagre.

Enquanto ele não vem, mais alguns morrem de fome por ali, outros são atropelados por bêbados aqui na frente e a granfina Vitória segue em seu féretro com veste esplendente de ouro de ofir, um pouco ofuscada pelos holofotes da equipe de TV.

Diego Schaun é músico, historiador e poeta. Site: http://www.diegoschaun.com.br

Fale com Diego Schaun: diego.schaun@terra.com.br ou ou siga @DiegoSchaun no Twitter

Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais de Terra Magazine.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s